Arla 32: Entenda a sua importância e obrigatoriedade

O Arla 32 foi uma das alternativas encontradas e mais utilizada para diminuir a emissão de poluentes no ar por meio de combustíveis. Muito utilizado no Brasil, o transporte de cargas em rodovias e, assim como, qualquer meio de transporte, possui pontos positivos e negativos. No caso das desvantagens, a poluição ao ar é um dos prejuízos causados pelo uso de combustíveis fósseis como o diesel. Por conta disso, organizações privadas e públicas tem buscado alternativas ou forma de amenizar esse impacto no meio ambiente. Então, vamos falar sobre suas vantagens e qual a sua funcionalidade. E como diminui a quantidade de poluentes que o caminhão emite, por qual motivo se tornou obrigatório no país e como é sua utilização.

O Arla 32 como é chamado, é um agente redutor essencial, que possui a capacidade de reduzir os emissores de poluentes no ar ao transformá-los de tóxicos óxidos de nitrogênio em materiais que não geram tantos danos, como nitrogênio e água. Aliás, Arla é uma abreviação de Agente Redutor Liquido Automotivo. E o número 32 é utilizado por sua substância ser composta de alta concentração de ureia com água desmineralizada no tanque. A cada 100ml de água há 32,5ml de ureia (32,5%). Logo, a ureia é o fator principal para a reação química em que os óxidos de nitrogênio são transformados em água e nitrogênio somente. Essa reação evita em até 98% das emissões de óxido de nitrogênio no ar. Portanto, é excelente, visto que, o poluente faz muito mal a saúde e pode causar inúmeras doenças respiratórias. 

Qual a forma correta de utilizar a Arla 32? Fica junto ao combustível?

A Arla 32 não pode ser utilizada junto com o combustível e, por isso, tem um tanque próprio. Nos caminhões, o tanque do Arla 32 fica ao lado do tanque do óleo diesel. No entanto, possuem uma identificação, sua tampa é azul em todos os veículos P7/ Euro V.

Pode pôr somente água no tanque do Arla 32?

Não, pois a ureia é a peça chave para que o óxido de nitrogênio seja quebrado e não emita poluentes no ar. E isso só pode ser feito mediante a um processo de duas fases. Em que na primeira fase, a ureia em contato direto com a água, é transformada em amônia através do processo de hidrólise. Na segunda fase, a amônia (NH3) se transforma em nitrogênio puro (N2) com água (H2O) devido sua reação com o óxido de nitrogênio (NOx). Assim, a reação que a Arla 32 causa, evita que os combustíveis emita óxido de nitrogênio ao ar. 

Reservatório do Arla 32 normal
Reservatório do Arla 32 normal

Sendo a Arla 32 um composto de uréia, é possível substituir por água e uréia?

Não, pois a ureia que é utilizada na Arla 32 é específica, ureia técnica, que possui alto nível de pureza, sendo esse o fator que a faz ter a reação química que transforma o óxido de nitrogênio em nitrogênio puro com água.  A ureia comercializada no Brasil não tem os mesmos elementos que a Arla 32, e a utilização de água normal, como a que recebemos em nossa casa, pode danificar o tanque. Inclusive, podendo causar a perda total de sua finalidade e aumentando bastante as emissões de NOx.

O quanto rende a Arla 32? Qual o seu valor e onde é vendido?

Geralmente, o agente rende em 5% no caminhão. Ou seja, isso quer dizer que em cada 20 litros de diesel, 1 litro do Arla 32 é consumido pelo veículo. Na maior parte dos modelos de veículos é necessário que o tanque da Arla 32 seja totalmente abastecido uma vez a cada três ou quatro abastecimento de tanques. Um galão possui 20 litros da composição e custa em torno de R$80. Costuma ser vendido em postos de combustíveis, distribuidoras ou mesmo por sites autorizados.

Logo, levando em conta cada litro de Arla 32, sai por menos de quatro reais. Sendo comprado em granel, porém, o valor sai mais em conta, sendo uma boa alternativa para empresa que tem grande demanda da substância. O produto deve ter o selo do INMETRO e seguir as instruções ISO 2224.

Qual o prazo de validade da Arla 31?

Sua validade costuma ser de um ano, se ficar em temperaturas médias (até 30ºC). Se a temperatura média for mais alta, entre 30ºC e 35ºC, o prazo de validade diminui para seis meses. Deixar o produto exposto à luz solar, principalmente acima de 35ºC, pode causar danos que podem ser irreparáveis, logo, deve ser evitada.

O Arla 32 faz mal a saúde?

Não tem riscos a saúde, pois não é uma substância inflamável ou explosiva. Caso houver contato com a pele ou inalar, o recomendado é só lavar o local com água corrente.

Qual a tecnologia utilizada no Arla 32?

É utilizada a tecnologia SCR, sigla que significa Sistema Redutor Catalítico. O Arla 32 é uma substância muito popular e usada, para amenizar a ação de poluentes, nos veículos que funcionam com óleo diesel – como caminhões, ônibus e veículos off-road -. Todos os veículos que foram produzidos depois de 2012, no Brasil, possui um painel que indica quando é necessário reabastecer o Arla 32. São esses sensores, feito pela tecnologia SCR, que verificam a quantidade de gases que é emitido pelo veículo.

Por que tem obrigatoriedade?

Para se adaptar as legislações internacionais ambientais atuais, o Brasil decidiu exigir a obrigatoriedade no uso da tecnologia SCR dos veículos que foram produzidos de 2012 em diante. Essa é uma legislação importante que toda pessoa que trabalha com frota deve estar atenta. E ciente que adulterar ou utilizar de forma inadequada o Arla 32, pode gerar multa de R$500 a R$10 mil reais, dependendo de como ocorreu o fato. Em casos de fraude ao utilizar o sistema SCR, a Cetesb pode gerar multa de R$1 mil a R$1,6 mil. Além de ser uma forma de conscientizar tanto aos produtores quanto aos proprietários de veículos maiores a serem menos poluentes. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *